Leia sempre, a leitura transforma.

Leia sempre, a leitura transforma.



quarta-feira, 27 de abril de 2016

Paródias Turma 203

Paródia Canção do Exílio


Minha terra tem políticos
Políticos que andem a roubar
A gente aqui sofrer
Fazer o que?
O povo ainda não quis acordar.

A gente reclame de tanta corrupção
Mas os governantes que colocou foi o povão
O imposto muito cobrado
E o dinheiro muito roubado?

As obras nunca vão pra frente
As escolas abandonadas
A violência que só cresce
E nosso salário onde está??

O Brasil precisa se recuperar
Já não tem como esperar
Todos já mostraram
Que os brasileiros sabem reivindicar.

Ariane, Gabriele, Gian, Jordan, Marcela


Canção da Minha Terra

Eu gosto da minha terra
Igual a ela não há
Porque me criei aqui
E aqui é o meu lugar

Eu amo suas flores
Os campos que florescem
E a cada amanhecer
Minha alma rejuvenesce

Nas praças há bugios
Em arvores a cantar
Os visitantes que vem de longe
Fotos deles vão tirar

Amo suas noites
Elas são estreladas
E tem baile no fim de semana
Pra toda gauchada

Caren, Eduarda, Érika, Fernando, Igor e Stéfani Cáceres


No Fundo da Grota

Minha terra não tem palmeiras
Sabias cantam alegremente
As aves voam tranquilas no céu
Não gorjeiam como lá

O céu esta nublado
Nas várzeas há flores
Nos bosques há vários animais
E nos corações há amor

Em cismar, sozinho, à noite
Mais prazer encontro lá
Minha terra tem banhado
Onde voa o quero-quero

Minha terra tem sanga
Que lambari encontro lá
Em pescar à tarde sozinho
Mais alegremente me encontro lá
Minha terra tem bugio
Onde ouço o ronco

Não deixe que eu morra
Sem que eu volte mais uma vez lá
Sem que eu veja o banhado e os matos
Sem que não pesque o último lambari
Sem avistar o último quero-quero no fundo de grota
Só peço isso!

Willian, Thiago Soares, Jocemar, Charles, Cristian, João Pedro

Um comentário:

  1. adorei muito o do fundo da grota esta muito legal

    ResponderExcluir